Suco Detox que Acaba com a Celulite

Suco Detox que Acaba com a Celulite

Suco detox que acaba com a celulite natural de maçã, pera, aipo e toranja com gelo e um toque final de hortelã fresca picada

Abaixo da pele há uma camada cujo propósito é ligar a pele aos ossos ou aos tecidos conjuntivos. A camada subcutânea é mais fina nas mulheres do que nos homens e, conforme as mulheres envelhecem, ela vai se tornando ainda mais fina.

É por isso que as células de gordura ficam maiores; elas vão para mais perto da superfície da pele e se mostram com aquele aspecto de casca de laranja que identificamos como celulite.

Isso não significa que não há nada que se possa fazer. Uma dieta ruim e falta de exercícios ajudam a exacerbar esse problema, uma vez que há uma sobrecarga de toxinas no fígado e no sistema linfático.

Tome uma dessas vitaminas e faça exercícios e logo você verá mudanças.

Como preparar o suco detox que acaba com a celulite

ingredientes

  • 1 maçã
  • 1 pera
  • ¼ de toranja (grapefruit)
  • 2 talos de aipo
  • Algumas folhas de hortelã
  • 4 cubos de gelo

modo de preparo

Passe tudo pela centrífuga, menos a hortelã. Coloque o suco em um copo com gelo e salpique com a hortelã picada miudinho.

Vitaminas que o suco detox que acaba com a celulite contém

  • Vitaminas A, B, B1, B2, B6 e C
  • potássio
  • cálcio
  • pectina
  • boro
  • ácido elágico
  • caroteno
  • aminoácidos
  • açúcares naturais
  • antioxidantes
  • ferro
  • enxofre
  • fósforo
  • magnésio
  • ácido málico
Suco Detox que Acaba com a Celulite

Como o suco detox ajuda a evitar a celulite

A maçã e a hortelā ajudam a eliminar as toxinas do tecido adiposo. A toranja tem alta concentração de vitamina C e é excelente para limpar o sistema linfático obstruído.

Os sucos de aipo, maçã e pera ajudam a limpar os tecidos subcutâneos e melhoram a função renal. No todo, isso é muito mais eficaz que cremes externos – acreditamos em tratamento de beleza de dentro para fora.

A toranja ou grapefruit é uma fruta exótica, nativa do sudeste da Ásia e comum nos trópicos asiáticos. É parenta, portanto, das laranjas e outros cítricos, mas de espécie diferente.

Curtiu? Então Comenta!!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *