Queimação no Estômago, Veja as razões que Causam este Problema

Queimação no Estômago, Veja as razões que Causam este Problema

Sentir que um alimento não caiu bem no estômago ou ficar com a sensação de azia após uma refeição é mais comum do que se pode imaginar. No entanto, as causas para esse incômodo podem ser várias! 

A seguir, você conhece algumas delas.

Azia 

A azia é a sensação de queimação atrás do peito, que sobe para garganta. Não é uma doença e sim um sintoma da doença do Refluxo Gastroesofágico (DRGE). 

Refluxo 

O refluxo é quando o conteúdo (ácido) do estômago retorna para o esôfago, acometendo sua parede, machucando e ocasionado a esofagite. Suas causas podem ser aumento repentino de peso corporal, tabagismo, sedentarismo, hábitos alimentares ricos em gorduras, açúcar, consumo exagerado de bebida alcoólica. 

Gastrite 

A gastrite é uma doença que acomete o estômago. É uma inflamação da mucosa gástrica que reveste as paredes internas do órgão. Pode ser causada por hábito alimentares irregulares, consumo excessivo de gordura, açúcares, álcool, longos períodos em jejum, estresse, sedentarismo, uso de medicações. 

Hérnia de hiato 

Hérnia de hiato é a migração de parte do estômago que originalmente está todo dentro do abdome, para o tórax, acima do músculo diafragma. Pode ser identificada por uma radiografia, ou ainda, por meio da endoscopia digestiva alta.

Como diminuir a azia, refluxo, gastrite e a hérnia de hiato

Além de investir em uma boa alimentação saudável e na prática de exercícios físicos, outra questão importante é a posição durante o sono, pois isso pode interferir nos sintomas do refluxo (o problema estomacal mais frequente na população). 

Como diminuir a azia, refluxo, gastrite e a hérnia de hiato

O ideal é que a pessoa durma em uma posição de modo que a cabeça fique mais alta que os pés, para aliviar a sensação de azia e queimação. 

É interessante, também usar roupas largas e confortáveis que não apertem a cintura e o estômago. 

Medicações anti ácidas melhoram bastante os sintomas mas vale destacar que tais cuidados podem aliviar o problema, mas o gastroenterologista deve ser notificado sobre tais sintomas, pois ele irá oferecer recomendações específicas para seu paciente.

Curtiu? Então Comenta!!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *