Ingredientes que Não Podem, Faltar na sua Ração Humana

Ingredientes que Não Podem, Faltar na sua Ração Humana

Juntos ou separados, fornece nutrientes essenciais e fortalecem o organismo

Cada ingrediente da receita tradicional de ração humana possui uma ou mais funções que melhoram a saúde, além de diferentes nutrientes. Alguns especialistas recomendam o consumo dos produtos separados, para aproveitar melhor os seus benefícios. 

Confira o que cada um pode fazer pelo seu organismo. 

Farelo de aveia

A aveia é o cereal mais abundante em betaglucana, fibra que retarda o esvaziamento gástrico, promovendo maior saciedade, auxiliando no controle da fome e do peso. Seus benefícios também atuam na circulação sanguínea, no controle da glicemia e do colesterol, já que a betaglucana liga-se ao colesterol e manda-o embora com as fezes. Cerca de 2 colheres (sopa) por dia é o suficiente, em iogurtes, sucos sopas ou salada de frutas. 

Linhaça 

Um dos alimentos que mais vêm fazendo sucesso pelos efeitos saudáveis, a linhaça previne câncer, controla o colesterol, melhora a memória e ajuda a emagrecer. 

A linhaça é a maior fonte alimentar de lignina (composto fitoquímico) que, segundo estudos atuais, age na prevenção do câncer de mama. Por apresentar uma estrutura química similar ao estrógeno, também ajuda a prevenir os sintomas da menopausa. O recomendado é consumir 2 colheres (sopa) por dia. 

Soja 

O que vai na ração humana é o extrato solúvel de soja, conhecido como leite de soja, na versão em pó. A soja é rica em proteínas e minerais, aumenta os níveis de estrógeno nas mulheres, aliviando os sintomas da menopausa. 

Tanto a soja em grãos como seus derivados (queijo, leite, missô) oferecem benefícios. Por possuir proteínas de alta qualidade, a soja colabora com a formação e manutenção dos músculos. 

Gelatina 

Na receita da ração, podem ser usados to a gelatina como o colágeno em pó, o último é mais eficiente quando o objetivo é cuidar de pele, unhas e cabelos. É usado para enrijecer os tecidos da pele prevenir rugas e aumentar a tonicidade dos músculos. 

Fortalece unhas, cabelos e hidrata a pele. O produto pode ser encontrado em farmácias e mercados em diversos sabores, podendo ser diluído em água ou leite. 

O colágeno é um tipo de proteína que sustenta os ossos e dá elasticidade à pele. A partir dos 30 anos, a produção dessa proteína cai gradativamente, por isso é importante a ingestão de alimentos ricos nessa substância ou em nutrientes dade que auxiliam sua produção, como as vitaminas C e E 

Açúcar mascavo 

É o açúcar integral da cana, que não passou pelos processos de refino e industrialização. Rico em cálcio, ferro, potássio e diversas vitaminas que não são encontradas no açúcar refinado. Pessoas diabéticas devem cortar esse ingrediente da ração humana. 

Gergelim

O gergelim é um grão de baixo custo, rico em ácidos graxos insaturados, proteínas, cálcio, fibras, vitaminas E e do complexo B. Colabora com a saúde dos ossos, dentes e unhas. 

Pode ser acrescentado a saladas, receitas de pães e biscoitos integrais e sopas Levedo de cerveja. Por suas características nutricionais, o consumo do levedo auxilia o fígado na desintoxicação, melhora o funcionamento do intestino, aumenta as defesas e a resistência do organismo e fortalece cabelos, pele e unhas. 

É rico em proteínas, minerais e vitaminas do complexo B.

Gérmen de trigo

Contém vitaminas A, B, D, E K e principalmente E, que regenera os tecidos. O gérmen é a parte mais nutritiva e interna do grão, repleto de minerais e carboidratos. 

Guaraná 

Indicado para quem quer ganhar mais energia e afastar o sono, pois é rico em cafeína. A cafeína estimula a liberação de adrenalina, hormônio responsável pela aceleração dos batimentos cardíacos e do fluxo sanguíneo, mantendo o indivíduo animado, acordado, disposto. 

Apenas 2 colheres (chá) misturadas a sucos já fornecem energia extra por aproximadamente 6 horas. Quem sofre de insônia ou hipertensão deve evitar o consumo.

Consuma estes alimentos da forma correta 

Você não precisa incluir todos esses alimentos no cardápio diário. Ao longo da semana, o melhor é variar entre as opções. A aveia, por exemplo, pode tanto ser consumida diariamente quanto intercalada com a linhaça, enquanto o guaraná deve ser consumido só quando houver o objetivo de aumentar a energia. 

O importante é manter uma alimentação balanceada, com diferentes nutrientes para suprir as necessidades do organismo e manter a saúde em dia.

Curtiu? Então Comenta!!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *