Feijão Azuki, Benefícios, Como Fazer e Onde Comprar

  •  
  •  
  •  
  •  
  • 152
  •  
    152
    Shares
Feijão Azuki, Benefícios, Como Fazer e Onde Comprar

Trazido diretamente do Oriente pelos imigrantes japoneses, o feijão azuki se adapta ao gosto brasileiro de consumir diferentes tipos de feijões, garantindo benefícios adicionais à saúde. Pertencente à família fabaceae, o feijão azuki, conhecido pelo nome científico de vigna angularis, é considerado o rei dos feijões no Japão. Por ser bastante comum naquele país, costuma ser conhecido aqui no Brasil também como feijão japonês ou feijão vermelho japonês. Em outros países seu nome é acrescentado de uma letra "D", sendo chamado Adzuki bean em inglês e haricots adzuki em francês, e mandarim, seu nome é hong xiao dou. No Extremo Oriente, graças às suas qualidades nutricionais e versatilidade, é muitas vezes considerado o "Mercedes" dos feijões. Origem do Feijão Azuki Acredita-se que esse feijão vermelho e pequeno menor do que os outros tipos de feijões, com o hilo branco alongado, começou a ser cultivado na China e depois foi levado ao Japão, onde seu cultivo data de milhares de anos. Com seu sabor adocicado, o feijão azuki é bastante utilizado na culinária oriental; tem forte cultivo na Ásia - incluindo Tailândia, índia e Taiwan. Chegou ao Brasil com os imigrantes japoneses, provavelmente no início do século 20, e encontrou boa…

Trazido diretamente do Oriente pelos imigrantes japoneses, o feijão azuki se adapta ao gosto brasileiro de consumir diferentes tipos de feijões, garantindo benefícios adicionais à saúde.

Pertencente à família fabaceae, o feijão azuki, conhecido pelo nome científico de vigna angularis, é considerado o rei dos feijões no Japão. Por ser bastante comum naquele país, costuma ser conhecido aqui no Brasil também como feijão japonês ou feijão vermelho japonês.

Em outros países seu nome é acrescentado de uma letra “D”, sendo chamado Adzuki bean em inglês e haricots adzuki em francês, e mandarim, seu nome é hong xiao dou.

No Extremo Oriente, graças às suas qualidades nutricionais e versatilidade, é muitas vezes considerado o “Mercedes” dos feijões.

Origem do Feijão Azuki

Acredita-se que esse feijão vermelho e pequeno menor do que os outros tipos de feijões, com o hilo branco alongado, começou a ser cultivado na China e depois foi levado ao Japão, onde seu cultivo data de milhares de anos.

Com seu sabor adocicado, o feijão azuki é bastante utilizado na culinária oriental; tem forte cultivo na Ásia – incluindo Tailândia, índia e Taiwan.

Chegou ao Brasil com os imigrantes japoneses, provavelmente no início do século 20, e encontrou boa receptividade no país que tem no feijão um alimento importante, com grande destaque na cultura culinária brasileira.

Só mais tarde, em meados do século 20, ele foi introduzido na Europa.

Propriedades nutricionais do do Feijão Azuki

Propriedades nutricionais do do Feijão Azuki

Corno outras leguminosas, o feijão azuki é rico em proteínas, cálcio, ferro e potássio. Tem vitaminas do complexo B e minerais. Um dos diferenciais desse alimento é o conteúdo de zinco.

No feijão azuki você encontra mais zinco do que em outras leguminosas, em 100g de feijão azuki há em média 1,77mg de zinco quando em outras variedades de feijão esse valor gira em torno de 1mg. Outra vantagem para a saúde.

O feijão azuki é benéfico para os rins, mais do que outras leguminosas. A melhor digestão, com menor fermentação intestinal.

No próprio cozimento o feijão azuki não forma caldo nem espuma. Aquela espuma que surge enquanto você está cozinhando é sinal de que ele gera fermentação.

Normalmente, até pessoas que não se dão bem com outros tipos de feijões conseguem comer o feijão azuki.

O feijão azuki é uma boa opção para os vegetarianos, que precisam comer leguminosas e às vezes encontram problemas pela formação de gases.

Uma das explicações para a não formação de gases no feijão azuki é a ausência fitato, que causa fermentação. O ácido fítico é precursor do zinco – as leguminosas armazenam o zinco em forma de ácido fitático.

Quando você deixa qualquer grão para germinar, ele elimina esse acido e fica mais rico em zinco, o feijão azuki já vem com essa quantidade maior de zinco, como se a conversão já tivesse sido feita.

Propriedades medicinais do Feijão Azuki

Propriedades medicinais do Feijão Azuki

No país do arroz com feijão, o feijão azuki ganha novos adeptos à medida que são divulgados seus benefícios para a saúdes. Costuma ser conhecido por suas propriedades diuréticas, ajudando o bom funcionamento da bexiga e dos rins.

Acredita-se também que o feijão azuki ajude na formação dos ossos. Normalmente é indicado para problemas de hipertensão e diabetes.

Suas fibras beneficiam o funcionamento intestinal, é bastante comum em dietas macrobióticas, inserido especialmente por suas qualidades de livrar o organismo de toxinas e resíduos.

Na alimentação vegetariana costuma substituir o feijão comum em feijoadas recheadas de vegetais e também entra em cardápios de sopas.

Apesar de sua digestão ser mais fácil do que as dos outros feijões é recomendado deixar de molho por 10h a 12h antes do preparo, trocando a água. Este procedimento ajuda a evitar a formação de gases.

Curiosidades do Feijão Azuki

Apesar de poder ser preparado da forma tradicional como os outros tipos de feijões, o sabor levemente adocicado do feijão azuki o transforma em ingrediente de diversas iguarias doces, especialmente no Japão onde é a base de um doce muito comum, o yokan.

Os japoneses também costumam usar esse pequeno feijão vermelho cozinhando-o com o arroz, formando uma mistura para usar em recheio de doces. Na culinária japonesa, o feijão azuki está presente em muitas outras guloseimas, em forma de uma pasta avermelhada chamada de “na” ou “anko”.

Com essa pasta, são feitas diversas variedades de doces:

  • koshian (com o azuki descascado formando uma pasta bem lisa)
  • tsubuan (feijão inteiro sem casca)
  • tsubushian (azuki inteiro e com casca)
  • anmitsu, que costuma ser feito com sorvete e frutas

A Nestlé já até lançou no Japão uma versão regional do chocolate KitKat com feijão azuki, baseado em uma sobremesa tradicional japonesa, o Oshiruko.

Essa experiência de lançar produtos comerciais à base de feijão aconteceu também no Brasil quando a sorveteria americana Häagen-Dazs lançou no país um sorvete já conhecido no japão, o azuki beans, com feijões inteiros misturados na massa, porém a novidade durou pouco tempo.

Receita com Feijão Azuki

Receita com Feijão Azuki

Bolo de Feijão Azuki

Ingredientes

  • 2 xícaras (chá) de farinha de trigo 
  • 1 colher (sopa) de germe de trigo 
  • 1 colher (sopa) de fermento para bolo 
  • 1 xícara (chá) de feijão azuki cozido (sem caldo) 
  • 1 xícara (chá) de caldo do feijão azuki 
  • ½ xícara (chá) de óleo
  • ½ xícara (chá) de açúcar demerara
  • ½ xícara (chá) de adoçante natural de Stevia 
  • 1 colher (sopa) de semente de linhaça 
  • 2 colheres (sopa) de cacau sem lactose

Modo de Preparo

Coloque em uma travessa os ingredientes secos e reserve. Coloque no liquidificador os outro sete ingredientes; bata até liquidificar (3 minutos aproximadamente).

Despeje sobre os ingredientes secos mexendo suavemente sempre no sentido horário até formar uma massa fofa. Coloque em uma assadeira untada e polvilhada com germe de trigo, e asse em forno a 180 °C por 35 minutos.

Serve: 8 pessoas

Tabela nutricional e Calorias do feijão azuki

Informações nutricionaispor porção padrão 1,0g% VD
Valor calórico 128kcal 536kJ6,4%
Gordura 0,1g0,2%
Gorduras saturadas 0,1g0,2%
Gorduras monoinsaturadas 0,1g0,1%
Gorduras poliinsaturadas 0,1g0,1%
Carboidratos 24,8g9,2%
Açúcares 0,0g0,0%
Proteína 7,5g10,3%
Fibra alimentar 7,3g2,4%
Colesterol 0,0mg0,0%
Sódio 0,2g0,1%
água 66,3g3,3%

Curtiu? Então Comenta!!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *