Doces Saudáveis para Você que Esta de Dieta para Emagrecer

  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  • 2
  •  
    3
    Shares
Doces Saudáveis para Você que Esta de Dieta para Emagrecer

A vida seria muito mais sem graça se não existissem os doces. Imagine as festas de aniversário, os casamentos e outras tantas celebrações sem eles.

Permitir-se vez ou outra uma doçura não é nada mal. A questão é saber incluir esses pequenos prazeres dentro de um contexto saudável, de forma que não pesem na balança e não carregam muitas gorduras ruins além do açúcar em si.

Quando bater aquela vontade de comer um doce, você deveria escolher um destes da nossa lista.

Dica com 7 Doces Saudáveis para quem Está de Dieta para Emagrecer

Chocolate amargo

Chocolate amargo

Afinal, o que o torna simplesmente o mais irresistível entre os doces? Seria o sabor inigualável? Ou ainda a consistência, que derrete na boca? Para os cientistas, a resposta está em um conjunto de substâncias promotoras de bem estar, caso da teobromina e da feniletilamina, que estimulam centros de prazer localizados no cérebro.

O mais sensato seria apontar a reunião de tudo o que foi mencionado até aqui como o segredo desse sucesso. Não bastasse ser um manjar dos deuses, o chocolate oferece compostos fenólicos que são aclamados como protetores das artérias, contribuindo para o fluxo sanguíneo.

Só não é para se entupir de bombons, afinal essa atuação é vinculada ao tipo amargo, mais magro e cheio de cacau.

O chocolate amargo é o mais rico em compostos protetores do coração. São os fenólicos, que atuam nos vasos, melhorando o fluxo de sangue. Além disso, o mais sedutor dos doces oferece uma combinação de substâncias que provocam o bem estar

Frutas secas

Frutas secas

Elas concentram doçura. É que, ao passarem pelo processo de produção, perdem grandes percentuais de água, o que só contribui para acentuar o sabor.

O bom é que, mesmo sendo submetidas a altas temperaturas, não ficam menos nutritivas. Assim, mesmo seca a banana continua sendo uma excelente fonte de potássio, a uva preserva suas doses de magnésio e a ameixa segue como um exemplo de alimento riquíssimo em fibras.

Aliás, é importante destacar, todas essas frutas também conservam suas calorias, óbvio. E, justamente pela praticidade e pelo sabor mais adocicado, fica mais difícil resistir à tentação. O recado para os que estão de olho na balança é aproveitar, mas ir devagar nas porções.

A versão seca das frutas é ainda mais doce do que as próprias. E conserva boa parte dos nutrientes. Uma sugestão muito bem vinda na hora do lanche para espantar a preguiça

Flan

Flan

A consistência mole que some na boca é puro deleite e se adequa perfeitamente ao final das refeições. O melhor do flan é que sua receita costuma ser magra. E pode ficar ainda mais: basta reduzir a quantidade de açúcar e utilizar leite desnatado. Assim, você de quebra obtém doses extras de cálcio, o mineral mais importante para o esqueleto.

Tirar o leite integral desta sobremesa, inclusive, é uma medida de peso para diminuir os teores de gordura saturada no dia a dia. Essa substância, não custa lembrar, tem sido apontada como uma das maiores vilãs contra o coração.

Seu excesso está por trás do aumento das taxas de colesterol e contribui para o risco de lesões nas artérias.

Na versão à base de leite desnatado e gelatina, o flan é o primo magro do pudim. Não pesa tanto na balança e fornece boas doses de cálcio

Compota de frutas

Compota de frutas

A maior riqueza das compotas é que elas oferecem fibras. Assim, quanto mais fibrosa a fruta escolhida, mais nutritiva será a receita. Peras, goiabas, pêssegos, figos e laranjas são excelentes fornecedoras delas, se você quer exemplos.

Sempre é bom lembrar que contar com elas é garantia do bom funcionamento do intestino, o que ajuda a afastar até o mau humor! No entanto, para que o doce ganhe a aprovação dos nutricionistas, o melhor é modificar as receitas tradicionais da vovó, que costumam levar montes de açúcar cristalizado.

A dica é economizar no ingrediente e abusar do cravo e da canela, uma dupla aromática que só vai acrescentar mais sabor.

100% do conteúdo das frutas é aproveitado nas receitas das compotas. Entram desde o bagaço até as cascas, como na receita com a laranja quincan. A fórmula é perfeita para assegurar muitas e muitas fibras

Sorvete de frutas

Sorvete de frutas

Um picolé em um domingo de sol ninguém discute sua capacidade de suavizar o calor. E que tal uma taça de sorvete? Nutritivas e saborosas, estas gostosuras geladas têm uma grande vantagem em relação aos sorvetes de massa; não trazem gordura na sua composição.

Já as tradicionais bolas das casquinhas estão entre os maiores fornecedores do tipo gordura trans, que, além de arruinar com os vasos sanguíneos, tem sido associado com a síndrome metabólica, um conjunto de doenças que pode desencadear o acidente vascular cerebral, popularmente conhecido como derrame.

Então, na sua próxima visita à sorveteria, lembre-se de que a melhor opção é a dupla magrinha e vitaminada que aparece aqui.

Quando as temperaturas estão altas, a melhor pedida é se refrescar com os sorvetes. Mas, para o bem do organismo, prefira picolés de frutas e sorvetes, que carregam vitaminas e são livres de gorduras

Geléia

Geléia

Elas emprestam doçura a biscoitos, pães, torradas, panquecas e tantas outras preparações. As geleias também costumam incrementar o cardápio com as substâncias protetoras vindas das frutas usadas no seu preparo.

Das berries e das uvas, por exemplo, se aproveitam as afamadas antocianinas, que, como você leu em matérias anteriores, defendem nossas células de moléculas devastadoras.

Dos frutos alaranjados, caso do damasco, se obtém o betacaroteno. Mesmo ao passar pelo calor na hora do cozimento, parte desses compostos se preserva. E claro: não contêm gordura.

Além de roubarem para si as substâncias protetoras das frutas, elas podem ser opções mais leves do que a manteiga ou margarina no pão. Pense nisso.

Bolo simples

Bolo simples

Excelentes fornecedores de carboidrato, os bolos, desde que na versão simples, são perfeitos para garantir energia. Veja bem: não estamos falando dos tipos com cobertura e cheios de recheio, que são um poço de gordura saturada.

Aqui a referência é para receitas caseiras, como a de fubá, a de mandioca ou as de frutas, enfim aquelas sequinhas, que combinam perfeitamente com uma xícara de café no lanche da tarde.

Essas saborosas preparações podem ser enriquecidas com a seguinte mistura: 1/3 de aveia em flocos finos, 1/3 de farinha de trigo e 1/3 de farelo de trigo.

É um truque para substituir a tradicional farinha branca e que soma fibras e vitaminas do complexo B ao resultado. Depois de pronto, só não vale errar a mão e exagerar na hora de cortar a fatia. É melhor que ela seja fina.

Os bolos são ótimos fornecedores de carboidrato. Lançar mão de cereais como a aveia e o trigo integral na hora do preparo é uma maneira de deixá-los ainda mais saudáveis

Curtiu? Então Comenta!!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *