Dicas de Alimentos que Recuperam e Combatem o Cansaço e Desanimo

  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  • 16
  •  
    18
    Shares
Dicas de Alimentos que Recuperam e Combatem o Cansaço e Desanimo

Saco vazio não pára em pé. A frase não é um mero sermão de mãe. Quando o corpo carece de nutrientes, o que sobra é cansaço. Afinal, a falta de certas substâncias abre as portas para a apatia quando não escancara os portões para doenças oportunistas.

Por essa razão, uma das armas mais eficazes para prevenir o desânimo é caprichar na alimentação. Veja bem: não é para encher o prato e se tornar um verdadeiro glutão. O cardápio deve ser ainda mais balanceado.

É por meio do equilíbrio que se combate a fome oculta, um termo utilizado por especialistas para designar a escassez de vitaminas e minerais no organismo, que ainda não se manifestou em sintomas clínicos muito claros As vezes, só deixa na cara aquele cansaço.

Dica de 7 Alimentos que Melhoram seu Condicionamento e acabam com seu cansaço

Arroz integral

Arroz integral

Incluí-lo no prato na hora do almoço é a melhor pedida para espantar o desânimo. O primeiro motivo é bastante claro: colheradas deste cereal oferecem uma excelente quantidade de carboidrato, o nutriente que é pura energia. Você pode estar pensando que, nesse caso, nem precisaria ser o tipo integral, afinal, o arroz branco também fornece porções generosas da substância. Pois bem, a questão é que o segredo está na casca.

A vantagem de não ter passado pelo polimento é que o gérmen e o farelo se mantêm. É justamente nessas duas estruturas que se concentram as vitaminas do complexo B, grandes aliadas na resistência à fadiga. Daí o arroz integral ser o verdadeiro paladino quando o assunto é pique.

Oleaginosas

Oleaginosas

Para quem trabalha o dia inteiro e mal tem tempo de comer, a sugestão é fazer um pequeno mix de castanhas, nozes, amêndoas e avelãs para beliscar. Estas gostosuras ao longo do dia dão um chega pra lá no cansaço.

E que as oleaginosas são ótimas fontes de cobre. Esse mineral, que não é dos mais badalados, tem funções muito nobres, entre as quais a formação das moléculas da ATM, o combustível celular. Também se une a enzimas responsáveis pelo transporte de ferro. Por essa razão, quando o nutriente está em falta, sobra fadiga.

Açaí

Açaí

Sucesso nas academias do Brasil, ele começa a ganhar o mundo. Muito de sua popularidade se deve à capacidade de restabelecer o ânimo depois dos exercícios. Além de contar com carboidrato, gorduras boas e vitaminas do complexo B, que juntos agem em sinergia e têm resultado revigorante, os frutinhos amazônicos são uma fonte de substâncias adaptógenas, isto é, que melhoram as nossas respostas ao estresse. Só não vale abusar das tigelas já que elas são bastante calóricas também.

Mandioca

Mandioca

Conhecida também como aipim ou macaxeira, ela é tipicamente brasileira e é o segredo dos índios para combater o desânimo. Afinal, trata-se de uma imbatível fonte de amido, substância que enche as células de vigor.

Está lotada ainda de fibras, oferece vitamina C, fósforo e potássio, outro nutriente que contribui para afastar a fadiga muscular. Mas o melhor é consumi-la cozida. Não ceda às frituras, que, apesar de apetitosas, são nefastas ao organismo.

Suco

Suco de laranja

É líquido e certo: se o corpo está desidratado, surgem a sonolência e o cansaço. Quando nossas células não estão supridas de água, gastam o dobro de combustível para trabalhar. Daí que lançar mão de sucos pode ser uma excelente alternativa para recompor os ânimos.

Além de equilibrar os líquidos, as bebidas oferecem frutose, o açúcar vindo das frutas e que, segundo estudos, chega depressa na circulação sanguínea. E não custa lembrar: os sucos naturais também oferecem vitaminas e sais minerais.

Bife

Bife

Não é preciso devorar carne vermelha todos os dias, mas ela deve entrar no cardápio pelo menos três vezes por semana para afastar a anemia. Além de oferecer grandes quantidades de ferro, o bife é ótima fonte de vitamina B12, nutriente que dá uma força no aproveitamento do mineral.

Com bons níveis dessa dupla, os glóbulos vermelhos cumprem bem o papel de levar oxigênio para todos os tecidos do corpo e, assim, sobra disposição. Mas, como já falamos sobre os melhores fornecedores de proteínas, dê preferência aos cortes magros, como o patinho.

Semente de abóbora

Semente de abóbora

Livre-se do preconceito de que as sementes retiradas da abóbora servem mesmo e para passarinhos. Um pires cheio delas pode ser um lanche dos mais nutritivos e um verdadeiro aliado no combate ao cansaço. Isso porque elas são riquíssimas em magnésio, de grande importância para o metabolismo.

E seus atributos não param por aí: elas concentram gordura monoinsaturada, substância que faz bem para as artérias, oferecem boas doses das vitaminas “A” e “E” – uma dupla de ação antioxidante – e, de quebra, potássio, outra figura fundamental na luta contra o desânimo geral.

Curtiu? Então Comenta!!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *