Diabetes, Saiba como Prevenir, Controlar e quais Alimentos Comer

Diabetes, Saiba como Prevenir, Controlar e quais Alimentos Comer

O diabetes pode ser definido como a elevação das taxas de glicose (açúcar) na corrente sanguínea que acontece devido a uma alteração na produção ou absorção de insulina, substância responsável por transformar em energia o açúcar contido nos alimentos. e esse acúmulo de glicose no sangue pode ter consequências gravíssimas.

O diabetes é o principal fator de risco isolado para as doenças cardíacas. quando não controlado, ele acelera o envelhecimento arterial, comprometendo as funções do coração.

Como detectar o diabetes

O diabetes pode ser diagnosticado com um simples exame de sangue, que deve ser realizado em jejum, no período da manhã.

Segundo a sociedade brasileira de diabetes, os níveis normais de glicemia (taxa de glicose no sangue) são de 70 a 90mg/dl. Se estiver entre 100 e 125mg/dl, indica intolerância à glicose e há risco real de desenvolver a doença.

Já a partir de 126mg/dl, a pessoa é considerada diabética. Para a confirmação do resultado, devem ser colhidas pelo menos duas amostras de sangue em dias diferentes.

Diabetes tipo 1 e 2

Há mais de um tipo de diabetes. A maioria dos casos no Brasil é do tipo 2, que está relacionado a hábitos alimentares incorretos. Suas principais causas são obesidade, sedentarismo, colesterol alto, hipertensão e histórico de doença na família.

O diabetes tipo 2 afeta, na maioria dos casos, pessoas acima dos 40 anos. Já o diabetes tipo 1 configura apenas cerca de 10% dos casos.

Ele se desenvolve quando o sistema imunológico, devido a alterações genéticas ou distúrbios emocionais, passa a funcionar de forma anormal, destruindo as células responsáveis pela produção de insulina.

Embora possa atingir qualquer faixa etária, o diabetes tipo 1 é mais comum em pessoas com menos de 35 anos de idade.

O açúcar que agrada ao paladar é o mesmo que consumido em excesso, provoca uma das mais graves doenças, o diabetes

Controle e tratamento contra o diabetes

Controle e tratamento contra o diabetes

Os grandes aliados para prevenir a doença são hábitos alimentares corretos (consumo de frutas, legumes, verduras, grãos, peixes, etc. e redução na ingestão de alimentos industrializados, gordurosos e com altos teores de açúcares e sódio) e a prática regular de exercícios físicos.

Por outro lado, depois que a doença já se instalou, o monitoramento deve ser constante. Deve-se manter o controle dos índices micos, praticar atividades físicas e fazer regularmente os exames, principalmente pessoas que possuem histórico da doença na família.

O tratamento para o diabetes tipo 1 é feito com a aplicação diária de insulina para regularizar os níveis de glicose na corrente sanguínea.

Já no caso do diabetes tipo 2, a maioria das pessoas consegue regularizar as taxas de glicose com a simples mudança nos hábitos de vida. Mas, mesmo nesses casos, é preciso um acompanhamento constante das taxas de glicemia no sangue.

Lista com 10 melhores alimentos contra o diabetes

Abacate

Por ser pobre em açúcar e rica em gordura monoinsaturada, que aumenta o bom colesterol, a fruta é indicada para os diabéticos. Além disso, essa gordura deixa o processo de absorção dos alimentos mais lento, promovendo maior saciedade.

Feijão branco

Esse alimento conta com a presença de uma substância especial chamada faseolamina, que tem a capacidade de impedir a absorção de cerca de 20% dos carboidratos presentes nos alimentos ingeridos, uma vantagem e tanto para a saúde dos diabéticos.

Berinjela

As fibras solúveis presentes na berinjela possuem a capacidade de reduzir os níveis de colesterol e açúcar no sangue, além de promover o bom funcionamento intestinal, atuando na limpeza do sistema digestivo.

Nozes, castanhas e amêndoas

A nozes, castanhas e amêndoas, são fontes de gordura boa. Seu consumo está inversamente associado ao risco de diabetes tipo 2. Possuem baixo índice glicêmico e alto teor de fibras.

Vegetais folhosos

Hortaliças como rúcula, alface e espinafre, couve por exemplo, são ricas em fibras e concentram nutrientes moduladores da resposta glicose-insulina. Prefira consumi-las frescas e cruas para não perder essas substâncias.

Aveia

Esse alimento não pode faltar na alimentação de diabéticos, uma vez que possui a betaglucana, uma fibra que torna difícil a absorção de gordura no organismo. Isso acarreta em um maior controle da glicemia, pois inibe picos de glicose na corrente sanguínea.

Linhaça

A semente de linhaça possui ácido linolênico, elemento que atua na formação de moléculas de hemoglobina e auxilia na diminuição das taxas de colesterol e glicose do sangue.

Batata doce

A batata doce é riquíssima em carboidratos complexos, ou seja, aqueles que são absorvidos lentamente pela corrente sanguínea, demorando para se transformar em açúcar e, com isso, estabilizando os níveis de glicose.

Chá verde

Possui a catequina EGCG, uma substância funcional capaz de prevenir a retinopatia diabética (que gera lesões na retina ocular) e a neuropatia diabética (falta de sensibilidade nos nervos, que pode ocasionar até amputações), sintomas associados à doença.

Limão

A fruta ajuda a regular os níveis de insulina e previne o diabetes. O limoneno, um composto encontrado na casca, tem a capacidade de penetrar com facilidade nos tecidos e nas células do organismo, agindo como um solvente de toxinas e de gorduras.

Curtiu? Então Comenta!!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *