8 Alimentos que Reduzem o Açúcar no Sangue e Controlam a Glicemia

  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  • 10
  •  
    11
    Shares
8 Alimentos que Reduzem o Açúcar no Sangue e Controlam a Glicemia

Saiba quais são os aliados para quem sofre com picos de glicemia, colesterol e triglicérides e comece adicionar na sua alimentação diária os alimentos que reduzem o açúcar no sangue.

Alimentação é um fator chave no que diz respeito a saúde. Principalmente se levarmos em consideração o quanto certos ingredientes podem influenciar na produção de substâncias e alterar o índice de taxas como de glicose, colesterol e triglicérides.

Confira uma seleção de alimentos eficazes e responsáveis por manter o corpo em equilíbrio.

Alimentos que Reduzem o Açúcar no Sangue

Alimentos que Reduzem o Açúcar no Sangue

Para manter as taxas dessa substância sob controle é necessário tomar cuidado com certos hábitos prejudiciais, como não ficar longos períodos em jejum e não se alimentar em excesso durante as refeições. Conheça sete alimentos poderosos nessa empreitada.

Salmão

Fonte poderosa de ômega-3, esse ácido graxo auxilia na prevenção do diabetes tipo 2, pois reduz a quantidade de açúcar e gorduras no sangue.

O corpo humano não é capaz de produzir o ômega-3, por isso, é ideal inserir ingredientes com essa propriedade no cardápio

Iogurte sem gordura

Esse laticínio de baixa caloria é fonte de cálcio, vitamina D e probióticos. Dessa maneira, o iogurte ajuda no bom andamento da digestão, além de auxiliar no processo de perda de peso.

Amêndoas

Com baixo índice glicêmico, essas sementes auxiliam no controle da glicose e protegem o sistema cardiovascular. As amêndoas são ricas em gorduras boas, como a monoinsaturada

Grão-de-bico

Essa leguminosa auxilia no controle da glicemia (impede os picos de açúcar), também causa saciedade, ajudando no controle de peso. Além disso, o grão-de-bico é rico em vitaminas do complexo B, C e E.

Chia

A semente é fonte de fibras que tornam a absorção do carboidrato mais lenta, evitando picos hiperglicêmicos.

A chia ainda é muito versátil e pode ser inserida em diversas receitas, como saladas, sucos, proteínas e muito mais.

Para saber exatamente a quantidade indicada para o consumo de cada alimento, é necessário consultar um profissional da área de nutrição! Somente ele poderá avaliar seu caso e indicar o melhor cardápio para cada situação.

Farinha de banana verde

A banana verde é rica em amido resistente substância de baixo índice glicêmico, que proporciona sensação de saciedade, fortalece a imunidade e auxilia até mesmo no controle do colesterol.

O amido resistente não é digerido e absorvido no intestino delgado, podendo ser fermentado no intestino grosso, produzindo substâncias que servem como fonte de energia para a produção de bactérias saudáveis no intestino.

Como fazer farinha de banana verde

Para transformar a fruta em farinha, é necessário:

  • Escalde as bananas verdes em água fervente por dois minutos, com casca e tudo;
  • Em seguida, retire da água, descasque-a, dispense a casca e corte as bananas em tiras;
  • Após isso, coloque-as em uma forma antiaderente, dispostas lado a lado;
  • Leve ao forno médio e deixe secar até ficarem quebradiças e esfarinhando nas mãos;
  • Bata tudo no liquidificador e depois passe em uma peneira fina;
  • Guarde em um recipiente tampado e em lugar arejado.

Água de berinjela

Com ação diurética, a água de berinjela ajuda a eliminar as toxinas do organismo, combatendo o inchaço e limpando o sangue.

Outro fator positivo da água de berinjela é a grande quantidade de fibras presentes nesse líquido.

Como fazer água de berinjela

Ingredientes

  • 1 berinjela
  • 1 copo (250ml) de água

Modo de preparo

Pique a berinjela e deixe-a de molho durante a noite ou por aproximadamente 12 horas. Retire o legume e consuma o líquido. Os pedaços de berinjela que foram utilizados podem ser reaproveitados em receitas.

Farinha de batata doce

Seu consumo auxilia a regular o intestino e a manter a glicemia controlada por mais tempo, além da promoção de saciedade.

Mas não pense que parou por aí: as vantagens desta versão, assim como as da batata in natura, são muitas!

A versão doce da batata é considerada um carboidrato complexo, de baixo índice glicêmico o que significa que é uma importante fonte de energia e libera lentamente a glicose na corrente sanguínea.

Em comparação aos outros tipos de batatas, ela supera a quantidade de vários nutrientes como retinol, vitamina B1, vitamina C e cálcio.

Curtiu? Então Comenta!!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não Perca nossos  SORTEIOS , Cadastre seu e-mail

Cadastre seu e-mail e além de participar dos sorteios que estamos preparando, receba nossas atualizações diretamente em seu e-mail :-)
Cadastre-se 
Não perca esta chance!!!
close-link