Acne, 18 Dicas para Amenizar este Problema

Acne, 18 Dicas para Amenizar este Problema

Ao desembaçar o espelho do banheiro com a mão, você vê uma mancha enorme e avermelhada na ponta do nariz. Péssima maneira de começar a semana. Você passa outra vez a mão no espelho e, na ponta dos pés, se curva sobre a pia, aproximando o rosto para ver melhor. 

E bem ali, naquele espaço entre o nariz e o queixo, descobre um cravo solitário, que o observa. Atordoado, você recua do espelho e se deixa cair sentado na borda da banheira, afundando nas mãos o rosto defeituoso. 

Seus pensamentos vão para o passado, para um tempo de espinhas e de bailes. Balançando para a frente e para trás, você se pergunta: Qual é? O que está havendo? 

A resposta é simples: Você tem acne. Esse tormento da adolescência persegue algumas pessoas até a meia-idade ou mesmo além. “As mulheres podem ter recidivas aos 25 ou aos 35 anos, e até depois. 

Acne, na realidade, é um termo genérico para uma ampla variedade de sintomas como,os cravos, as espinhas, os comedões esclarece o médico Peter E. Pochi, professor de dermatologia da Universidade de Boston. “No acne, os poros da pele são obstruídos. As lesões inflamam ou não”. 

E qual seria a causa de toda essa obstrução? “O chocolate não causa acne”, diz o Dr James Fulton. “Nem a sujeira dos pêlos ou da pele. Tampouco sexo, por falta ou excesso”. Qual a sua causa? A hereditariedade em grande parte.

O acne é genético. Aparece em famílias inteiras, afirma o Dr. Fulton. “É uma deficiência hereditária dos poros da pele”. Se seus pais tiveram acne, três entre quatro de seus irmãos e irmãs também o terão. 

Enquanto sua irmã não o tem, você pode ter no rosto uma zona de guerra: é preciso lembrar que há ainda fatores capazes de agravar um surto de acne. 

O estresse, a exposição ao sol, a mudança das estações, as condições climáticas são capazes de provocar uma erupção de acne, ressalta o Dr. Fulton. Certos tipos de maquiagem e anticoncepcionais (de uso oral) também.

As mulheres que trabalham são particularmente vulneráveis, acrescenta o médico. “Pela propensão ao estresse e ao uso de maquiagem”. Portanto, alguns conselhos sem risco, para aqueles que deles mais necessitam. 

14 dicas para controlar a acne

1. Mudar a maquiagem

Em mulheres adultas, a maquiagem é um fator importante nos surtos de acne. 

“O problema está nos cosméticos à base de óleo”, explica o Dr. Fulton. “Os pigmentos em bases, rouges, cremes de limpeza, ou loções hidratantes não constituem problema e tampouco o teor de água em tais produtos. 

É simplesmente o óleo. Costumam ser derivados de ácidos graxos mais potentes que os nossos. Para quem é propenso ao acne recomenda-se uma maquiagem não-oleosa. 

2. Ler os rótulos

Os cosméticos que contêm lanolina, miristato de isopropila, lauril-sulfato de sódio, laurete-4 e corantes vermelhos D & C também devem ser evitados. Como o óleo, esses ingredientes são demasiadamente ricos para a pele. 

3. Tirar o rouge

Remova completamente a maquiagem todas as noites. Use sabão neutro ou suave, duas vezes ao dia, e enxagüe bem o rosto para removê-lo. Convém enxaguar seis ou sete vezes.

4. Adotar uma aparência natural

Qualquer que seja a maquiagem usada, quanto menos, melhor. 

5. A pílula: culpada

Pesquisas conduzidas pelo Dr. Fulton indicam que certos anticoncepcionais podem agravar o acne. Se você usar a pílula e tem acne, discuta o caso com o médico. Ele poderá mudar de pílula ou prescrever-lhe outro método contraceptivo. 

6. Não espremer

Não se deve espremer espinhas e cravos. As espinhas são já um processo inflamatório que pode ser agravado se as esprememos. Podem infeccionar. Nada se pode fazer para acelerar o seu desaparecimento. Normalmente a espinha persiste de uma a quatro semanas, e acabará desaparecendo.

A lesão acneica, em uma fase inicial, consiste num poro (ducto sebáceo) obstruido mas ainda não inflamado, explica o médico. O seu centro é menor do que o de um cravo ou comedão. 

Quando espremida na fase inicial, a parede do ducto pode se romper e o conteúdo passa para a pele, causando a espinha, que é o resultado do rompimento da parede do poro. 

7. Quando espremê-las

Embora convenha deixar em paz a maioria das espinhas, há um tipo que você pode espremer. A espinha tem às vezes no centro um ponto amarelado ou purulento. Se a pessoa espremer com delicadeza, o conteúdo virá completamente para fora. 

Depois de expelido o pus, a espinha cicatrizará mais depressa

8. Ataque aos cravos

Você pode se livrar dos cravos também espremendo-os. O cravo é um poro obstruído. Sua substância é sólida e a superfície do poro fica alargada. A parte escura não é suja. Os dermatologistas não sabem ao certo, mas seja o que for, não causará espinha. 

9. Derivados de OTC no combate ao acne (Medicamento de venda livre)

Você pode combater as crises de acne com produtos sem receita médica. Use derivados de OTC com peróxido de benzoíla. O radical benzoíla introduz o peróxido no poro e libera o oxigênio que mata as bactérias que agravam o acne. E como dois medicamentos em um. A benzoíla também suprime as células de ácidos graxos que irritam os poros

Esses produtos contra o acne vêm sob várias formas, gel, líquido, loção, creme. O Dr. Fulton recomenda o gel à base de água. Irrita menos a pele. 

Também recomenda usá-lo durante uma hora, à noite, enxaguando completamente o rosto antes de deitar, sobretudo na região dos olhos e do pescoço. 

10. Não se deixe enganar pelos números

Os medicamentos contra o acne contém uma concentração de peróxido de benzoíla que oscila entre 2,5% e 10%. Essa porcentagem, entretanto, tem pouco a ver com a eficácia do produto. 

Na maioria das pesquisas, os de baixa concentração se mostraram eficazes tanto quanto os de alta concentração, diz o Ph.D. e R.Ph. Thomas Gossel, professor de farmacologia e toxicologia da Ohio Northern University. Os de 5% funcionam tão bem quanto os de 10% 

11. Cuidados com a pele seca

A pele seca pode ser sensível ao peróxido de benzoíla e o Dr. Gossel recomenda que se comece com produto de menor concentração, aumentando-a lenta e gradualmente. 

A pele vai ficar avermelhada, é uma reação normal. 

12. Fugir do sol

Os medicamentos contra o acne podem causar reações adversas ao sol. Convém minimizar a exposição à luz solar, a outras formas de radiação infravermelha e a qualquer exposição semelhante até conhecer a sua própria reação”, adverte o especialista, que recomenda um teste cutâneo para identificar a fotossensibilidade. 

13. Esfregar a pele

É preciso lavar bem a pele antes da aplicação dos produtos sem receita médica”, diz o Dr. Gossel. Um rosto limpo é um rosto feliz. Um tratamento de cada vez. Não misturar tratamentos. Se você estiver usando um produto com OTC, suspenda-o se for usar outro medicamento contra o acne. O peróxido de benzoíla é parente próximo do retinol-A e de outros produtos que contêm derivados da vitamina A como o Acutane. A pessoa não deve usá-los ao mesmo tempo. 

14. Evitando a propagação do acne

Evitando a propagação do acne

Aplicar o medicamento do acne no raio de um cm em torno da lesão., para impedir a sua disseminação. O medicamento não combate a espinha que já existe. Age de forma preventiva. 

O acne aparece no rosto, do nariz até as orelhas. E preciso tratá-lo além da região inflamatória avermelhada. Na bula dos produtos tipo OTC a recomendação é usá-lo só na região atingida. 

A maioria das pessoas acreditam que a região atingida é onde se encontram as espinhas. E não é esse o caso, absolutamente.

15. Procurar a causa da acne

Pode parecer estranho, mas se você for propenso ao acne, há pelo menos um médico que acredita serem os frutos do mar e outros alimentos que contêm iodo capazes de desencadear um surto. 

O iodo é fator desencadeante em algumas pessoas propensas, declara o médico e Ph. D. James E. Fulton, Jr. O iodo no organismo se mistura à corrente sangüínea, e o excesso é excretado pelas glândulas sebáceas. 

Assim, provoca irritação dos poros e desencadeia uma erupção acnéica. Se você procura descobrir a causa de seu acne, segue adiante uma tabela com os alimentos, sólidos ou líquidos, e a quantidade relativa, por milhão, de iodo contido. 

O Dr. Fulton não sabe ainda dizer o teor de iodo capaz de desencadear um surto, mas adverte que a ingestão a longo prazo induz a isso.

  Alimento sólido/líquido Iodo (1 tab) (PPM)
Laticínios Pasta de queijo Cheddar  27
Manteiga 26
Leite emulsionado 11
Coalhada  7
Queijo Cottage 5
iogurte 3
Água potável 8
Carne de vaca e aves  Fígado 325
Peru 132
Galinha 67
Hambúrguer 44
Diversos Germe de trigo 46
Batata chips 40
Biscoito aperitivo  15
Pão branco 8
Coca-Cola 3
Açúcar 2

De que modo os maquiadores enconde os cravos e espinhas

Você acha repugnante aquela minúscula espinhazinha no seu rosto? Ora, imagine como se sentiria se ela fosse do tamanho de uma lata de lixo com capacidade para mais de 100 litros.

Seria esse o tamanho, se você fosse uma estrela ou um astro do cinema. Os grandes e belos olhos de Bette Davis passariam despercebidos se ela surgisse na tela com uma enorme espinha na ponta.

Mas nunca vemos espinhas, cravos e comedões no rosto dos astros e das estrelas do cinema. E Será que não têm espinhas? “Pode apostar que sim”, diz o maquiador hollywoodiano Maurice Stei “A diferença é que eles têm de esconder.” 

Stein faz a maquiagem de artistas M*A*S*H, Funny Girl, e os cinco da série O Planeta dos Macacos.

Só com estratégias de guerrilha você conseguirá combater essa espinha que aparece fora de hora. Vão aqui algumas dicas das trincheiras de Hollywood. Stein afirma que as empregou em “alguns dos mais caros rostos do mundo”

Para o disfarce – Não importa a cor da espinha, preta, vermelha ou roxa, afirma o maquiador. “É preciso encontrar uma base com elevado teor de pigmento”. 

Quanto maior a concentração de pigmento tanto melhor a chance de uma fina camada do produto cobrir completamente a lesão. 

“Quando cubro uma espinha em um rosto famoso, procuro um produto cujo teor de pigmento seja da ordem de 50% a 70%. O teor normal, na maior parte dos produtos, oscila entre 15% e 18%. 

Teste da amostra – Pode-se saber o teor de pigmento lendo o frasco do produto. Mas podemos com uma amostra fazer um teste. “Pegue uma gota e esfregue-a na pele”, sugere o maquiador. “Se for de cor tão densa que não se consiga ver a pele, é de elevado teor o seu pigmento e servirá para cobrir as imperfeições”

16. Accutane para salvar 

Uma enorme espinha na ponta do nariz pode parecer um sério problema para o dono desse nariz. Parece ainda mais sério quando as pessoas ficam olhando para ela, ao conversarem com o pobre infeliz. 

Mas o acne pode se tornar problema mais sério do que um mero detalhe estético. O acne pode ser classificado em quatro graus, sendo o primeiro um surto ligeiro de alguns cravos e espinhas. 

O quarto, o mais grave, consiste numa grande constelação de cravos, espinhas, pústulas nódulos e cistos. O acne de grau quatro muitas vezes é acompanhado por intenso processo inflamatório, dando à pele uma tonalidade roxa ou avermelhada. Sinal de que a pessoa deve procurar o dermatologista. 

O acne de maior gravidade pode deixar cicatrizes permanentes se não for tratado corretamente, diz o Dr. Peter E. Pochi. “A prescrição de Accutane é muito eficaz no tratamento desses casos”.

Teste para identificar o óleo nos cosméticos

Um teste simples que pode ser feito em casa, indica a oleosidade verdadeira dos cosméticos. Pegue uma folha de papel (sulfite) e esfregue nela uma boa quantidade do cosmético. 

Depois de 24 horas, procure identificar uma mancha oleosa. “Em um dia o óleo se espalhará e você verá um anel gorduroso”, explica o Dr. Fulton. 

Quanto maior esse anel, maior o teor de óleo do cosmético. Afaste-se do cosmético que gera essas grandes manchas.

Curtiu? Então Comenta!!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *