10 Dicas para Emagrecer para o Carnaval. Derreta a Gordura

10 Dicas para Emagrecer para o Carnaval. Derreta a Gordura

1. Fique longe das dietas da moda Quase todo dia se ouve falar de uma nova: dieta da lua, dieta do astronauta, dieta do abacaxi, entre outras. Elas podem ajudar a perder peso rapidamente, mas o preço pode ser alto.  Dietas pobres em carboidratos (aquelas que mandam você comer muita carne e cortar o pão) podem causar cansaço extremo e dores de cabeça. Pior do que isso, a maior parte do peso que você perde é água, o qual é prontamente recuperado quando você desiste da dieta.  Existem também as dietas que consistem em grandes quantidades de um ou dois tipos de alimentos. Elas não fazem bem ao corpo porque não fornecem todos os nutrientes de que ele precisa.  Até dietas prontas relativamente nutritivas não ajudam muito a longo prazo, pois você não estará adquirindo novos hábitos alimentares com comida normal. Antes de experimentar uma dieta da moda, pergunte-se:  Vou ser capaz de seguir a dieta por mais de algumas semanas?É nutritivo? A dieta se adapta ao meu estilo de vida?  Lembre-se: a única maneira de emagrecer permanentemente é aprender novos hábitos de alimentação que você possa praticar durante toda a vida.  2. Ataque os principais culpados Na maioria das vezes,…

1. Fique longe das dietas da moda

Quase todo dia se ouve falar de uma nova: dieta da lua, dieta do astronauta, dieta do abacaxi, entre outras. Elas podem ajudar a perder peso rapidamente, mas o preço pode ser alto. 

Dietas pobres em carboidratos (aquelas que mandam você comer muita carne e cortar o pão) podem causar cansaço extremo e dores de cabeça. Pior do que isso, a maior parte do peso que você perde é água, o qual é prontamente recuperado quando você desiste da dieta. 

Existem também as dietas que consistem em grandes quantidades de um ou dois tipos de alimentos. Elas não fazem bem ao corpo porque não fornecem todos os nutrientes de que ele precisa. 

Até dietas prontas relativamente nutritivas não ajudam muito a longo prazo, pois você não estará adquirindo novos hábitos alimentares com comida normal. Antes de experimentar uma dieta da moda, pergunte-se: 

  • Vou ser capaz de seguir a dieta por mais de algumas semanas?
  • É nutritivo? 
  • A dieta se adapta ao meu estilo de vida? 

Lembre-se: a única maneira de emagrecer permanentemente é aprender novos hábitos de alimentação que você possa praticar durante toda a vida. 

2. Ataque os principais culpados

Na maioria das vezes, as pessoas exageram com molhos de salada, margarina, queijo, carnes gordas, leite integral, batatas fritas, salgadinhos, galinha frita, ovos e manteiga. Corte os totalmente ou reduza significativamente a quantidade e você estará no caminho certo para perder peso. 

3. Introduza soja no cardápio

A soja é um dos alimentos com maior teor de proteínas e dos menos pobres em gordura que existem. A produção aumenta a cada ano, e todo dia inventam-se novas formas de utilizar a soja para fazer alimentos com sabor ao 

Os grãos de soja, encontrados principalmente em comida natural, quando adicionados a outros altornam-se altamente nutritivos e têm gosto e te semelhantes aos da carne, com a vantagem de não pa nenhum grama de gordura. 

4. Fique esperta no carboidrato

Faça com que, no mínimo, metade de suas calorias diárias venha de carboidratos complexos. Pães, massas,  cereais, grãos e vegetais são carboidratos complexos de que seu corpo precisa. São os altamente calóricos carboidratos simples como os doces que você deve evitar. Carboidratos complexos fornecem ao corpo a energia necessária para as tarefas diárias. 

Evidentemente, a energia também pode vir das proteínas e da gordura, mas seu corpo queima calorias mais rapidamente com uma dieta rica em carboidratos. Seis ou mais porções ao dia é o suficiente. 

5. Dê adeus aos refrigerantes

5. Dê adeus aos refrigerantes

Você pode economizar centenas de calorias bebendo refrigerante dietético em vez do comum, além de estimular a também cortar o açúcar em outros tipos de alimentos. 

Uma pesquisa comparou pessoas que beberam 3 latas de refrigerante diet diariamente, durante três semanas, com pessoas que ingeriram a mesma quantidade de refrigerante comum. 

As do primeiro grupo ingeriram menos doces, enquanto as que beberam refrigerante comum comeram muito mais alimentos ricos em açúcar e gordura. Pesquisadores concluíram que a escolha de alimentos dietéticos pode influenciar todo um conjunto de atitudes em relação ao próprio corpo.

6. Cuidado com os sucos 

Eles podem não ser tão inofensivos quanto parecem e, geralmente, possuem mais calorias do que a fruta em si. Por exemplo, uma laranja de tamanho médio contém muito menos calorias do que um suco feito com quatro laranjas. 

Em vez do suco de laranja, prefira a fruta inteira. É melhor dividi-la em pedaços e conservar a película branca que vem logo abaixo da casca. Assim, você também aproveitará as fibras, muito importantes para o organismo. 

7. Conheça os grupos alimentares

Isso o ajudará a planejar sua dieta de forma balanceada. Hoje em dia, de acordo com o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, existem seis grupos alimentares. Uma dieta saudável deve incorporar alimentos de todos os grupos : 

GRUPO 1: Grãos, pães e cereais fornecem fibras, vitaminas e minerais. Bastam 6 a 11 porções diárias de alimentos como arroz, massas, pão, aveia e outros. Um exemplo de porção é uma fatia de pão ou meia xícara de arroz. 

GRUPO 2: Os vegetais contêm muitos nutrientes. Coma de 3 a 5 porções ao dia. Uma porção equivale, por exemplo, a uma batata média, uma xícara de cenouras ou um prato médio de salada. Certifique-se de incluir uma grande variedade de vegetais. 

Você precisa também de vegetais verde-escuros, como brócolis, espinafre e agrião. Os vegetais amarelos e alaranjados, como a cenoura, também devem entrar no cardápio. 

GRUPO 3: As frutas são uma boa fonte de vitamina C e de outras vitaminas e minerais. Coma de 2 a 4 porções diárias. Uma porção é equivalente a uma fruta de tamanho médio ou ¾ de copo de suco de frutas.  Inclua uma boa quantidade de frutas cítricas (como a laranja ou o abacaxi). 

GRUPO 4: Carnes, peixes, aves, ovos, leguminosas  (feijões, ervilhas, nozes, castanhas e amêndoas) e sementes fontes de proteína, além de fornecerem vitaminas e minerais, De 2 a 3 porções diárias. 

GRUPO 5: Derivados do leite são boas fontes de proteínas, cálcio (especialmente recomendado em idade de crescimento e para mulheres, na prevenção de osteoporose) e outros minerais e vitaminas. Bastam 2 porções de leite, iogurte ou queijo. Uma porção equivale a uma xícara de leite ou iogurte ou a uma fatia de queijo. 

GRUPO 6: Gorduras, doces e álcool têm alta taxa de calorias. Podem ser tentadores, mas são pobres em nutrientes e devem ser consumidos com moderação. 

Se você suprimir algum desses grupos em um dia, compense no dia seguinte. As escolhas que incluir em sua dieta durante um período de tempo determinado devem se complementar em um padrão alimentar saudável. 

8. Torne-se um vegetariano duas vezes por semana. 

Estudos realizados no Instituto de Pesquisa de Medicina Preventiva da Sausalito, na Califórnia, concluíram que a dieta vegetariana, inicialmente recomendada para ajudar desbloquear as artérias de pacientes que sofriam de aniclerose, também levava ao emagrecimento. 

Trata-se resultado inesperado, pois a maioria desses pacientes comendo mais do que antes. O fato pode ser explicado da seguinte forma: uma barra de chocolate e um prato e brócolis frescos têm aproximadamente o mesmo número de calorias. 

A diferença é que, após comermos o chocolate, não nos sentimos fartos, o que não acontece com os brócolis. 

Porém, você não precisa ser um vegetariano radical para perder peso. Pode começar substituindo a carne em apenas duas refeições por semana, usando vegetais cortados (berinjela, cogumelo ou pimentão) em vez de carne e macarrão. 

Pode também encher de vegetais uma tigela onde seria colocada carne moída. Outra sugestão é experimentar feijão vermelho com arroz integral, em lugar do feijão com carne. 

Duas refeições vegetarianas poderão poupar 550 ou mais calorias por semana, o que equivale a, aproximadamente, 5kg em 16 meses. 

9. Coma alimentos sem gordura

9. Coma alimentos sem gordura

Muitas pessoas incluem em sua dieta, predominantemente, alimentos sem gordura ou com baixo teor de gordura. Só que, infelizmente, muitos desses alimentos apresentam um número elevado de calorias. 

Por isso, essas pessoas tomam a indicação de pequena quantidade de gordura como sinal de que podem comer à vontade, o que não vai ajudar nem um pouco na perda de peso. Uma solução é adotar a regra da substituição um-por-um. 

Por exemplo, quando substituir um doce usual por um com pouca gordura, coma a mesma quantidade, não uma quantidade maior dele. Se você reduzir uma porção diária de quatro biscoitos sem gordura (200 calorias) para dois (100 calorias), ou evitar uma segunda bola de sorvete diet (100 calorias), poderá perder 5 kg em 10 ou 12 meses. 

10. Pare de beliscar antes das refeições

Uma das grandes barreiras ao emagrecimento é o costume de beliscar depois do jantar. Se o seu dia de trabalho foi complicado ou teve problemas com os filhos, pode ser que venha a comer mais do que o normal para aliviar a tensão. 

Planeje sua noite de maneira que se mantenha afastado das tentações, por exemplo, entre em um curso noturno ou faça uma caminhada. Se não conseguir deixar de comer, experimente alimentos com baixo teor calórico, como certas frutas.

Curtiu? Então Comenta!!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *